Quinzena do cliente: Se um dia já seria bom, imagina uma quinzena inteira de descontos. Utilize ainda o Cupom promocional: CLIENTEDEZ e aproveite!
carrinho 0item(s)

Quando em Maceió - Alagoas

maceio-jessviajaQuase no fim de nossas férias, partimos de Maragogi para Maceió, capital de Alagoas, montando um roteiro ainda praiano, de dois dias, afinal de contas, não é sempre que goianas tem o privilégio de admirar e aproveitar esse mar maravilhoso!

Maceió é uma cidade incrível, repleta de gente alegre e prestativa e o percurso da viagem durou pouco mais de duas horas, com boa estrada nos 130 km de distância.

Pesquisamos nossa hospedagem pelo Booking, e tivemos muita sorte de encontrar o apartamento da Stella, uma anfitriã atenciosa e iluminada! O apartamento é amplo, novo e muito bem montado. Não inclui café da manhã mas fica há duas ruas do supermercado, muito próximo do Maceió Shopping e a 500 metros da praia de Jatiúca. No quarto havia cartões de descontos em restaurantes e lojas, além do mapa local. Sem dúvidas, a melhor escolha de hospedagem em conta.Chegamos no apartamento quase no horário de almoço, deixamos as malas e fomos almoçar na praça de alimentação do Maceió Shopping. De lá, seguimos para a Praia de Ponta Verde, estacionando o carro muito próximo à placa da foto acima.

Depois de bater a foto tradicional na placa, fomos até a altura do Farol, onde esperamos o ponto da maré mais baixa para irmos pelo mar até o Farol, e aqui vai a dica principal pra quem quer se aventurar para ter fotos incríveis: em hipótese alguma tente andar descalço pelos corais e pedras, pois além de haver muitos ouriços, há pontas que podem causar estragos... Então, use calçados apropriados para praias de pedras, crocs ou até mesmo botinas emprestadas dos pescadores da região!

Creio que consegui caminhar até a metade do caminho, quando não aguentei mais os furos nos meus pés sem proteção e tive que voltar à beira da praia.

A visão é divina e a água é morninha como a de Maragogi! Lugar perfeito para aproveitar o pôr do Sol.

No entardecer, avistamos uma grávida fazendo um ensaio fotográfico e também um casal de uma escola de samba... Dá pra ter fotos incríveis dali!

Kanoa Beach Bar e Lopana são as duas barracas mais famosas e agitadas da Praia de Ponta Verde, cercadas por coqueiros, não chegamos a experimentar a sensação mas tivemos ótimas indicações.

Seguindo pela orla de Ponta Verde, chegamos em Pajuçara, onde há uma feira de artesanato local, ali os próprios artesãos comercializam seu trabalho. Logo após dar uma passada na feirinha, aproveite também o Pavilhão do Artesanato.

conversa de botequimCaso você esteja animado para aproveitar um barzinho com música boa e opções de comida que vão de todos os tipos de carnes até refeições vegetarianas, a dica é Conversa Botequim, um lugar mega animado, com bom atendimento e gente bonita e bem arrumada.

Era noite de sexta-feita, pagamos o cover de quinze reais, com direito à duas bandas, uma sertaneja e outra de axé, além de um dj, que tocaram até às 2 da manhã.

Passamos a noite petiscando uma chapa vegetariana e os melhores bolinhos de queijo com brócolis ao molho de mostarda e mel, acompanhados do melhor suco de morango que já provei!

O Conversa Botequim fica na Avenida Empresário Carlos da Silva Nogueira, muito próximo da nossa hospedagem! Ali, bem perto, o Maikai (balada/casa de shows) diverte a galera jovem (de todas as idades)... Pesquise no site sobre os eventos dos dias da sua estadia!

Como íamos aproveitar para conhecer o litoral sul alagoano, não pudemos aproveitar o Maikai, pois dormir era essencial, depois de tantos dias de praia e Sol.

praia do francesNo dia seguinte, partimos em direção à Marechal Deodoro, a cidade onde nosso ex presidente nasceu. Há um centro histórico muito bonito e é ali que encontramos a famosa Praia do Francês, que é dividida entre a praia tranquila, que fica à esquerda e a praia de grandes ondas, para surfistas.

Essa praia é cheia de "cebolas do mar", que parecem águas vivas, transparentes, mas que não queimam!

Há passeios de jangadas a partir de cinco reais por pessoa, na parte de águas calmas, já que ali existe uma barreira de corais.

Caminhamos da esquerda para a direita, até o coqueiral imenso na parte da praia brava, consegui fotos incríveis passando pelas árvores, mas, para nossa surpresa, bombeiros abordaram minha amiga, que me esperava, avisando que ali é bem perigoso por causa de assaltos, ou seja, demos muita sorte de que nada de ruim nos aconteceu... Depois, fomos "escoltadas" pelos bombeiros que realmente estavam preocupados com nossa segurança.

coqueiral praia do francesAssim, caso você note o coqueiral, não parta em sua direção e aprecie-o de longe, pois ele dá para a rodovia, onde ocorrem alguns crimes, segundo informações.

Se sua praia é tirar fotos nos coqueiros, nossa última parada será de tirar o fôlego e tem coqueiros a perder de vista, que terminam próximos ao mar.

Almoçamos pela praia e seguimos viagem para conhecer Barra de São Miguel, com uma praia linda e várias lojas de artesanato à disposição do turista.

Nós não chegamos a parar por ali, mas nossa anfitriã em Maceió, nos deu a dica de pagar um Day Use na Pousada Maria Bonita, recomendado pra quem tem vários dias para aproveitar a região.

 

Próxima parada, Mirante do Gunga, que, como prometido, abriga um imenso coqueiral, que vista maravilhosa, minha gente!

mirante do gungaAqui há um restaurante e o acesso ao mirante custa três reais por pessoa, taxa simbólica para manutenção do local.

Não há acessibilidade para quem necessita de cuidados especiais, você subirá uma escadaria em caracol, não muito grande, mas com essa imagem que parece vir de um sonho!

Na saída do mirante, é possível contratar o passeio de quadriciclo, que passa pela praia do Gunga até as falésias. O valor do passeio é de cento e cinquenta reais, para duas pessoas, funcionando até às 17 horas.

Seguem telefones para contratar o serviço: 82-996608035 e 82-981384862.

Chegamos à Praia do Gunga no fim de tarde, não tivemos que pagar pelo estacionamento, ainda estavam sendo feitos voos de parapente, a visão lá de cima deve ser fantástica, mas resolvi aproveitar os últimos minutos de praia até as próximas férias.

praia do gungaComo eu disse no post anterior, sobre Maragogi, a Praia de Antunes é a mais linda que já conheci no Brasil, já a Praia do Gunga é a mais legal e empolgante!

Pense em uma duna de areia que termina no mar, que é cercado pelos corais, fazendo com que as ondas não quebrem por ali. Entrando no mar, a água rasa batia na altura dos meus ombros, mas para a nossa alegria, a salinidade do local é tamanha, que você poderá se jogar de costas na água e não afundar! É sensacional, você não se esforça para boiar!

Certamente foi um dia delicioso e muito bem aproveitado!

Ao anoitecer, voltamos para Maceió, o retorno foi rápido, cerca de quarenta minutos.

bodega do sertãoChegou, então, a hora de ir ao restaurante mais simpático de Maceió, de comida típica regional, cujos funcionários estão vestidos à caráter! Bodega do Sertão, esse é o nome que você deve guardar! Há uma infinidade de pratos nordestinos, várias possibilidades de cuscuz e tapiocas, além de sanduíches, inclusive veganos!

Aos domingos pela manhã, o restaurante tem música ao vivo!

É normal a espera na fila, mas vale muito à pena e, enquanto você espera, pode comprar licores, cachaças, doces e artesanato regional.

Nossa mesa, muito bem localizada, ficou ali, dentro do bule branco!

a bodega do sertão              pratos típicos

Acabamos nossa pequena jornada em Maceió, mas as oportunidades de restaurantes e passeios não!

A Stella nos disse que o restaurante Massagueirinha é premiado e serve um peixe chamado carapeba, que eu não cheguei a provar, mas deve ser pedido bem fritinho e sequinho!

Um passeio que, com muita fé, ainda hei de fazer, é ir até a Foz do Rio São Francisco, em Piaçabuçu, há 137 km de Maceió... dá pra fazer passeio de buggy, lancha e explorar a história local!

Nunca pensei que iria gostar tanto de Maceió, mas fui e me apaixonei não só pela capital de Alagoas, mas pelo litoral do Estado como um todo!

Vai planejar sua visita à Maceió e tudo o que as praias do Estado tem a oferecer?! Fique de olho na balneabilidade medida pelo Instituto do Meio ambiente de Alagoas.

Todos os preços descritos são de março de 2019.

Na próxima postagem, terminaremos nossa viagem de férias em Recife, onde tudo começou e terminou!

Se tiver alguma dúvida ou dicas a complementar este post, estamos aqui, deixe seu recado!

Até breve e boa viagem!
mirante do gunga

Jessica Lins, 32 anos, Advogada Licenciada, Servidora Pública do Estado de Goiás, viajante QUASE profissional, uma Cidadã do Mundo ;)

← Artigo Anterior Próximo Artigo →

Uma ideia sobre “Quando em Maceió - Alagoas”

  • Stella Regina de Castro leoni

    Jéssica, que texto massa! E vc nem me falou que iria escrever tão minuciosamente, relatando suas aventuras com tantas dicas :)) Grata pela menção ao ‘Temporada em Maceió’ que vc reservou pelo Booking. Hei, apareça outras vezes para os outros passeios; Maceió é o melhor ponto de partida para muito mais aventuras em Alagoas :)) Bjocas!

    Responder
Deixe uma resposta